Prefeitura divulga casos de Dengue registrados em 2020

A Prefeitura da Morrinhos através da Secretaria de Saúde do município, atualizou os dados referentes aos casos de Dengue. De janeiro a junho o quadro mostra um total de 983 casos, sendo que 823 foram positivos, 116 negativos, estão em análise 44 exames e um total de 939 pessoas já estão curadas da doença.

A prefeitura vem desde o início de 2020 aplicando várias ações de combate e prevenção a dengue, entre essas ações destacamos, distribuição de calendários para a coleta programada de entulhos, colete de lixo reciclável, coleta diária de lixo doméstico, arrastão nós bairros com os agentes contra a dengue, limpeza de lotes, equipe de agentes com bomba costal motorizada reforçando o combate, visitas periódicas nas residências e campanha educativa por meios de comunicação.

Mesmo com tudo isso exige uma questão mais especial ainda, à ajuda da população nas ações realizadas pela Prefeitura no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, e que também é responsável pela transmissão das febres Zika e chikungunya, a administração municipal pede a todos os morrinhenses que continuem realizando as ações, como por exemplo limpeza dos quintais e de terrenos sem edificações que pode conter objeto que acumule água.

Mesmo neste momento que estamos vivendo contra o coronavírus, a prefeitura municipal continua com ações através da Secretaria de Saúde e pede para que a população continue fazendo sua parte para que os números de casos da doença no município baixe. A Equipe Municipal de Saúde tem realizado todo o trabalho de campo e as orientações necessárias no combate aos focos criadouros do mosquito.

A dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos, tornando a nossa região um local de risco para a população em relação a essa doença. Quando surgem, os sintomas costumam evoluir em obediência a três formas clínicas: dengue clássica, forma benigna, similar à gripe; dengue hemorrágica, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea. A dengue clássica nos adultos, a primeira manifestação é a febre alta (39º a 40º), de início repentino, associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão no corpo e coceira. Num período de 3 a 7 dias, a temperatura começa a cair e os sintomas geralmente regridem, mas pode persistir um quadro de prostração e fraqueza durante algumas semanas.

Caso os sintomas citados forem detectados, deve-se procurar imediatamente sua UBS para que seja realizado os exames. A melhor maneira de combater a Dengue é eliminando o mosquito transmissor, continue fazendo sua parte.