Multas por ultrapassagem e estacionamento irregulares aumentam

OK ultrapassagem1
A Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Morrinhos informa que a multa por ultrapassagem irregular vai ficar até dez vezes mais cara, a partir de novembro deste ano. A mudança será aplicada em todos os municípios brasileiros, inclusive em Morrinhos.

Conforme explica o Superintendente Municipal de Trânsito, Antônio de Jesus Santa, a alteração do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) tem o objetivo de tentar reduzir o número de mortes nas estradas. Isso porque a consequência da ultrapassagem irregular é a colisão frontal (batida frontal), que apesar de representar apenas 3% das infrações cometidas nas rodovias brasileiras, ainda é a causa de um terço das mortes nas estradas.

Com a mudança, a ultrapassagem pelo acostamento será considerada gravíssima e a multa passará de R$ 127,60 para R$ 957,70. O mesmo valor será cobrado pelo motorista que fazer a ultrapassagem pela contramão e, neste caso, se houver reincidência em até 12 meses, o valor passará para R$ 1915,40.

A punição vai ficar ainda mais rigorosa se o motorista criar uma situação de risco, mesmo que seja em local onde a ultrapassagem é permitida. Neste caso, o condutor poderá perder o direito de dirigir e, se houver reincidência, será multado em R$ 3830.

Outras mudanças
Outra alteração que houve no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é com relação a estacionamento. As pessoas que estacionarem irregularmente em vagas reservadas a idosos ou pessoas com deficiência poderá não só ser multado, mas também ter seu veículo apreendido.

A infração que era leve e o valor da multa de R$ 53,20, passa a ser infração grave e o valor da multa sobe para R$ 127,69. Além disso, antes o condutor perdia 3 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Agora, passará a perder 5 pontos na CNH.

As alterações no Código foram publicadas em maio deste ano e aprovadas pelo Senado. Elas entram em vigor a partir de novembro de 2014.

Governo da Cidade de Morrinhos. O Povo em Primeiro Lugar!
Redação e fotos: Assessoria de Comunicação Social (Assecom)