I Fórum das Ações Estratégicas do PETI discute direitos da criança

OK Trabalho Infantil

A Prefeitura de Morrinhos, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em parceria com o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e todos os demais programas sociais da prefeitura, realizou o I Fórum das Ações Estratégicas do PETI com o tema “Trabalho não é brincadeira de criança”, nesta sexta-feira, 23 de outubro, no Teatro Juquinha Diniz.

Segundo a Coordenadora das Ações Estratégicas do PETI, Dalva Barbosa, o encontro teve como objetivo propor soluções para a erradicação do trabalho infantil e garantir os direitos da criança.

“Todos os nossos programas sociais têm como objetivo fortalecer os vínculos familiares, identificar crianças em situação de risco, oferecer opções de lazer, entretenimento e aprendizado, através de atividades educativas, lúdicas e de dança. Então, a maioria das crianças quando sai da escola frequenta os nossos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos”, esclarece a primeira dama e Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Terezinha Amaral.

Na ocasião houve apresentações de coreografias, músicas e artes circenses pelas crianças assistidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Centro de Artes e Peti, além de vídeos alusivos ao tema: “Trabalho não é brincadeira de criança”.

Ainda foi ministrada uma palestra pela Auditora Fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Coordenadora do Fórum Goiano de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepetigo), Dra. Katleem Lima. Ela falou sobre os prejuízos do trabalho infantil na vida da criança, a importância de estudar e os direitos da criança garantidos pela Constituição Federal de 1988.

Programas sociais da prefeitura
Atualmente o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da prefeitura é coordenado pela Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e possui cinco polos: antigo CASMAM (Polo I), Antigo PETI (Polo II), Idade Feliz (Polo III), Vila Nova (Polo IV) e Vila Mutirão (Polo V), além das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti).

Conforme explica a Coordenadora das Ações Estratégicas do PETI, Dalva Barbosa, todo o trabalho do órgão gira em torno de identificar as crianças em situação de vulnerabilidade social, que exercem o trabalho infantil. Estas, são encaminhadas para o CRAS, onde é feito um estudo social e, ao verificar a real situação das famílias, a entidade as encaminha para receberem atendimento psicológico e benefícios como o Bolsa Família, Renda Cidadã e o Programa de Benefício Continuado (BPC)- destinado a portadores de necessidades especiais.

O CRAS também está desenvolvendo o projeto “Família Eu Acredito” que está sendo um sucesso. Ele tem como objetivo auxiliar os membros da família a se relacionarem melhor, fazendo um trabalho conjunto com pais e filhos. Todos participam de palestras sobre a importância de ter sabedoria na criação dos filhos, a frequência da criança na escola e outras.

De forma geral, as ações estratégicas do Peti atendem cerca de 300 pessoas, entre crianças e idosos. São oferecidas aulas de natação, música, artesanato, reciclagem, ginástica, pintura, artes circenses, dança e futebol.

Governo da Cidade de Morrinhos. O Povo em Primeiro Lugar!
Redação e fotos: Assessoria de Comunicação Social (Assecom)
Por Ellen Ribeiro