Em Morrinhos Campanha de Vacinação Contra a Gripe não atingiu meta de 80%

OK DSC_0036

A campanha foi encerrada na última quarta-feira (3), em Morrinhos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde 63,31% do público-alvo foi vacinado.

Terminou na última quarta-feira (3), em Morrinhos, a Campanha de Vacinação Contra a Gripe. No entanto, a meta de 80% determinada pelo Ministério da Saúde para o município de Morrinhos não foi atingida, não obstante a prorrogação do prazo para encerramento do movimento.

De acordo com informação da Coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Município, Josyane Cruvinel, 65,31% da população foi imunizada, um total de 6.209 pessoas.

A coordenadora chama a atenção para o fato de que na meta por grupos prioritários, as crianças, gestantes e idosos não atingiram a meta estabelecida. “Apenas 57% das crianças foram vacinadas e também a meta para os idosos, para gestantes e para as puérperas, infelizmente não foi alcançada, apesar da campanha ter sido amplamente divulgada nos meios de comunicação locais”, lamentou Josyane.

Num esforço para atingir a meta dos 80% das pessoas integrantes dos grupos prioritários, a vacinação contra a gripe vai continuar, mas somente poderá ser feita no Centro Municipal de Saúde. “Comunicamos as pessoas dos grupos prioritários de nossa cidade, que ainda não foram vacinadas, que procurem o Centro de Saúde para tomar a vacina, pois ainda tem tempo para a pessoa se livrar do risco de ser vítima dessa doença muito comum principalmente, agora, com a chegada do frio”, avisa Josyane.

A vacina, que protege contra três tipos de vírus da gripe, está disponível gratuitamente no Centro de Saúde, para integrantes dos grupos prioritários formados por idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, pós-parto (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Estudos demonstram que a imunização contra o vírus pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações e em até 75% a mortalidade global. “Em Morrinhos felizmente ainda não foi registrado nenhum caso de óbito causado pela gripe, mas é melhor prevenir e a melhor forma de prevenção é a imunização. Estamos entrando no inverno e a tendência dos casos é aumentar”, alerta a Coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Morrinhos.

Há o medo de que a vacina provoque a doença, ou agrave o quadro de quem já está doente, mas segundo Josyane Cruvinel a vacina é segura. “A vacina é composta de vírus mortos. Pode causar dor, vermelhidão e mal-estar, mas isso é normal em todos os tipos de vacina. Se houver piora no quadro de saúde do paciente é porque, provavelmente, essa pessoa já tinha o vírus incubado, que com a baixa do sistema imunológico provocada pela vacina, induz ao agravamento. Porém, a vacina não é nociva”, argumenta a coordenadora.

Governo da Cidade de Morrinhos. O Povo em Primeiro Lugar!
Redação e fotos: Assessoria de Comunicação Social (Assecom)
Por Jorivê Siqueira