Reunião em Morrinhos debate ações da Secretaria Estadual de Saúde

Reunião em Morrinhos debate ações da Secretaria Estadual de Saúde

 

Representantes da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás se reuniram com o prefeito Rogério Troncoso e o secretário de Saúde Municipal, André Luiz Dias Mattos, na última sexta-feira, 1º de dezembro, para discutirem sobre a força tarefa “Goiás contra o Aedes”, que intensificou o combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. Morrinhos foi um dos municípios escolhidos como modelo de gestão no Estado.

Na oportunidade, foram entregues novos uniformes para os agentes comunitários de saúde e endemias. A apresentação de resultados contou com a participação do vice-prefeito, Dr. Tércio Menezes; do vereador Tiãozinho do Ônibus; da coordenadora de atenção básica, Josyane Cruvinel; do coordenador de endemias, Wander Souza; e entre outras autoridades.

A superintendente, Maria Cecília Martins Brito, afirmou em discurso sobre a finalidade de promover a integração e realizar as ações em Morrinhos por ser um município que apoia o trabalho da Secretaria Estadual de Saúde. Em agosto deste ano, a SES-GO começou a desenvolver uma pesquisa com o uso de armadilhas para a captura do Aedes na fase adulta, quando acontece a postura de ovos e a proliferação do vetor. A técnica, considerada inovadora, está sendo efetivada em Morrinhos e mais quatro municípios. Agradecemos ao Rogério pelo apoio”, destacou

O coordenador-geral de Vigilância e Controle Ambiental de Vetores da Superintendência de Vigilância em Saúde, Marcello Rosa, destacou que o uso de armadilhas para monitoramento dos índices de infestação do Aedes aegypti representa um avanço. “A técnica que é desenvolvida para o monitoramento consiste na efetivação de visitas domiciliares e de um levantamento do índice de infestação a cada dois meses.  A estruturação de uma rede de armadilhas e a captura contínua de mosquitos possibilita um conhecimento mais imediato do problema e agilidade às intervenções”, finalizou.

Em seu pronunciamento, Rogério destacou que a realização de planejamentos internos é de suma importância para a estruturação de uma Política Estadual de Vigilância em Saúde. “Trabalhamos para oferecer melhores condições de saúde à população. A Vigilância só é plena com a participação social”, enfatizou agradecendo o trabalho dos profissionais da área da saúde que monitoram os índices de infestação do Aedes aegypti.

 “A força tarefa conseguiu reverter de forma significativa o quadro de infestação. Ou seja, hoje, nós temos uma redução da incidência, uma redução de pessoas doentes quando comparado com os anos anteriores”, disse o secretário André Luiz, sobre a importância das ações.